BLADE RUNNER de Philip K. Dick

sábado, 6 de agosto de 2022

 


Quando resolvi pegar Blade Runner para ler, eu já vinha de um período de não ter motivação para continuar a leitura. Estou com uma lista de livros começados e que por enquanto estão encalhados.

Talvez tenha sido por conta do retorno das aulas presenciais. E por todo o conteúdo para estudar e cansaço que neste quesito de leitura ando um pouco desmotivada. Eu tinha acabado de assistir ao filme Blade Runner 2049 e queria continuar mergulhada neste universo.

Embora o livro tenho sido adaptação do primeiro filme Blade Runner – O Caçador de Androides, está imersa nesse universo fez toda a diferença. Eu simplesmente devorei o livro em poucos dias. Fiquei muito envolvida com toda a história, com os personagens e a forma bem fluida da escrita de Philip K. Dick tem um certo imã, tornado difícil largar a leitura.

A história do livro é bem simples e creio que quase todo mundo conhece pelo menos por cima do que se trata. Rick Deckard é um caçador de recompensas cuja sua função é aposentar androides fugitivos. Vivendo com sua mulher na terra com a estrutura e recursos precários, seu maior sonho de consumo é substituir sua ovelha elétrica por um animal de verdade.

Envolto em levantamentos e questões filosóficas, vamos acompanhando ele desempenhar seu serviço ao mesmo tempo que temos um panorama de como é viver ali cercado pela poeira radioativa.

A dicotomia entre os humanos e os androides e bem explorada. Esse modelo novo que se assemelha muito a uma pessoa real, que se não fosse pelo teste e pela falta de empatia, não seria possível ter essa diferenciação é interessante de se ver. E provavelmente é esse sentido que a empresa que produz os modelos está tentando chegar

Estou bem animada agora, querendo ler mais. Minhas aulas já estão se encaminhando para o final, logo estarei de férias e quero muito poder desfrutar de boas e emocionantes histórias.

Beijos :)

Leituras de MAIO

segunda-feira, 20 de junho de 2022


RELEITURA: O EXORCISTA de William Peter Blatty

Foto Autoral 

            Quando li O Exorcista pela primeira vez foi aquele misto de dualidade, não consegui decidir se a Regan estava possuída ou se foi tudo uma sugestão levando em conta os detalhes que são apresentados na história.

            Desta segunda vez, apreciei a leitura de uma forma diferente. O peso dele ser um clássico, o fato de já conhecer a história junto com o momento que eu estava vivendo de não conseguir ler como antes, fez com que a experiência fosse mais agradável e prazerosa.

            A história é bem construída e vai aos poucos introduzindo de forma sutil todos os elementos macabros. Cada detalhe faz diferença, pois se fosse de outra forma talvez fosse mais difícil entrar na narrativa e ser conduzida página por página. 

                Fica aqui a sugestão caso você queria se aventurar na leitura.

              

Logo em seguida eu peguei para ler um mangá.

SUICIDE CLUB de Jisatsu Circle

Foto Autoral

            A história é um pouco bizarra de se ler, levando em consideração que são adolescentes os personagens e é com eles que todo o desenrolar dos fatos acontecem.

Não estava preparada para o que a história mostraria. Apesar de ser algo eu já tive contato em filmes, tem um diferencial quando a obra é um mangá.

Um dos pontos positivos é que ele é volume único. Também tem filme, mas ainda não assisti e consegui ler ele em uma sentada.

 

E por fim, peguei um dos livros que eu mais queria ler esse ano.

ALICE – Aventuras de Alice no País das Maravilhas & Através do Espelho e o que Alice Encontrou por Lá

Foto Autoral


Eu me derreto nos filmes ♥

Particularmente gosto muito de todos os elementos que a história trás.

A primeira história do livro é bem fiel ao filme, gostei de todos os elementos e achei a Alice bem curiosa, perspicaz e aventureira. Além de ser muito inteligente para uma menina tão pequena.

Já na segunda história, não consegui sentir a mesma emoção apesar de ser um deleite ler, as vezes fiquei bem confusa e sem motivação para ler por conta da inserção de músicas e poemas.

É uma história muito deliciosa de ler, a Alice sem intenção nenhuma ganhou meu coração.


E para você, como tem sido as leituras atuais?


EU TENHO UM NOME + JARDIM DAS MENTIRAS

domingo, 10 de abril de 2022

EU TENHO UM NOME de Chanel Miller

 


Não tenho palavras para descrever o quanto esse livro é impactante, forte e sensacional. Se tornou um dos meus livros favoritos da vida ♥

Tudo o que ela passou é apresentado de uma forma tão fluida e que mesmo o assunto sendo forte fica impossível de parar de ler.

Não consigo fazer jus a tudo que o livro passa ou a tudo o que ele me fez sentir. Só quero deixa minha recomendação. Se você tiver a oportunidade, leia.


***************


JARDIM DAS MENTIRAS de Eileen Goudge


Este foi a minha primeira troca em um sebo físico. Estava muito empolgada, pois aqui na cidade onde moro, este é o único sebo que temos. Resolvi sair um pouco da minha zona de conforto e pegar um romance. O livro tem suas 559 páginas o fez com que a leitura se estendesse um pouco, e também devido a esse momento que estou passando, está difícil engajar nas leituras ultimamente.

A trama é envolvente, mas passa por altos e baixos. Mesmo o livro sendo publicado em 1989, traz personagens femininas muito fortes e independentes. Os personagens masculinos aqui são quase apagados, apesar de ter todo o envolvimento romântico, eles não são o destaque.

A história começa com Sylvie grávida, contando um pouco sobre como foi a sua trajetória de vida até chegar neste momento de sua vida. Depois, o protagonismo passa a ser intercalado entre Rose e Rachel. Ambas nascerem no mesmo dia e suas vidas são totalmente modificadas por conta de uma decisão que Sylvie toma.

A medida que ambas vão crescendo, é nítido como a vida delas são o oposto um da outra, e isso não apaga de forma nenhuma o quanto elas são fortes para lidar com as questões que cada uma vai passando. A vida de ambas se cruzam por conta de Brian. Rosa cresceu ao lado dele e Rachel o conhece durante a guerra no Vietnã.

É um livro que envolve muitos segredos, muitas reviravoltas, desencontros e coisas que ficaram por dizer. No geral, foi uma leitura prazerosa. Gostei da experiência de leitura. Fiquei agora muito na onda de ler livros mais velhos.


Estas foram minhas últimas leituras, espero que tenham sido boas indicações.

3 LEITURAS DE AUTORES NACIONAIS

domingo, 13 de março de 2022

A ÚLLTIMA VEZ QUE PENSO EM VOCE NESTE SEGUNDO de Léo Cruz

 


            Segundo livro dele que leio e segue com a mesma sensação do primeiro. É um livro gostoso e rápido de ler, com poemas que são curtos e fácil de se identificar. Uma boa indicação para quem gosta de poesia ou mesmo para você que nunca leu ou está penso em ler.

“Todo mundo tem uma tempestade interna para chamar de sua”.


***************

 

PRIMA-DONA porque todas as flores são perfeitas de L. S. Englantine

 


            Alana sempre planejou matar Angelina. Embora convivam como irmãs, uma é o oposto da outra. Enquanto Angelina é a garota popular, o centro das atenções, a que é amada e que recebe todas as atenções, Alana fica com a outra parte: sempre cobrada e comparada a irmã, sempre esquecida e na maioria das vezes a segunda opção.

            O sentimento que Alana foi alimentado ano após ano foi a sua motivação para continuar aguentando tudo. A novela intercala entre momentos no passado e no presente. Notamos como foi a vida delas vista pelos olhos de Alana. Senti uma certa empatia por Alana e compreendi – até certo ponto – o por que dela alimentar esse sentimento, mesmo ela tendo outras opções. Porém, como o sentimento veio sendo alimentado por tanto tempo Alana não via outra solução a não ser colocar um fim na vida de Angelina.

Fiquei totalmente presa a história, gostei de como foi desenvolvida a trama e adorei o desfecho. Recomendo muito a leitura.

***************


MOTIVOS PARA NÃO DIZER ADEUS de Ana Carolina Marquês



Raramente leio livros que contenha conteúdos sensíveis do tipo: violência autoprovocada, ideação suicida, depressão, abuso de álcool, entre outros como é apresentado neste conto. Resolvi pegar ele para ler por conta do título, e achava que se tratava de uma história fofinha. Só para constar, a história está longe de ser assim.

O nosso protagonista Bruno está passando por um momento muito delicado em sua vida, e é confuso compreender o que aconteceu que o levou ao estado mental em que ele se encontra. Seu maior ponto de apoio é sua amiga, Valentina. Ela tenta ser sua rede de apoio, fazendo o possível para que Bruno consiga se reestruturar.

Como estudante de psicologia, consigo compreender muito bem que a posposta da autora era que Bruno por conta própria quisesse e conseguisse pedi e aceitar ajuda. Porém, isso não fica bem explicado. O que eu considero um ponto fundamental para o desenrolar da história. Do meio para fim, a história ficou muito confusa e difícil de acompanhar, tudo aconteceu de forma muito rápida e com poucas explicações.

Por se tratar de temas sensíveis acho que faltou alguns elementos fundamentais no decorrer da história, assim como faltou um cuidado maior quando se fala sobre psicóloga e fazer terapia, assim como o psiquiatra. Quando foi inserido isso acabou que as duas profissões se mesclaram e se tornaram uma só. É importante ressaltar que o Psiquiatra receita APENAS medicamento, enquanto o psicólogo NÃO receita medicamento, seu papel é a terapia.

No geral, é uma história boa, de autora nacional, porém NÃO indico para qualquer pessoa. Principalmente se você é sensível aos temas que são abordados.


Espero que tenham pegado boas indicações. Boa leitura, beijos.


*Todos estão disponíveis no Kindle Unlimited até a data desta postagem.


LEITURAS #2

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2022

3° LEITURA - Quando nosso boteco fecha as portas de Lawrence Block - 3/5

Foto Autoral


    Eu não lembro qual foi o motivo pelo qual eu coloquei esse livro na minha lista de desejados. Tanto é que quando comecei a ler ele, sem grandes expectativas, não estava esperando nada extraordinário. E é justamente isso que o livro traz. Uma história simples, sem grandes reviravoltas ou acontecimentos.

    É um romance policial que tem como personagem principal Matthew Scudder, um policial que saiu do trabalho e agora faz uns bicos de detetive sem licença. Vejo esse livro mais como uma apresentação do personagem. Tanto é que a história em si não é viciante ou mesmo ruim mesmo tento mortes e investigações, é apenas morno.

    No geral, gostei da leitura. Mas ainda não sei se pretendo ou não ler outros livros desse escritor.

******

4° LEITURA - Jack Reacher Sem Retorno - 3/5

Foto Autoral


    Por conta da série que saiu no Prime Vídeo – Reacher (2022), fiquei viciada no personagem e acabei descobrindo que já tinha dois filmes: Jack Reacher Sem Retorno (2016) e Jack Reacher O Último Tiro (2012) – também disponíveis no Prime Vídeo até o momento deste post.

    E por conta disso tudo, acabei descobrindo que tem também livros. O personagem é bem conhecido e tem vários livros que não precisa ler na sequência. Acabei pegando para ler Jack Reacher Sem Retorno, livro que foi inspiração para o filme de mesmo nome. Ambos têm suas peculiaridades e os desfechos são diferentes.

    No livro Reacher chega na cidade para conhecer a Major Tuner, a qual só conversava com ela por telefone, porém o encontro é adiado pois ela acaba sendo presa por conta de uma acusação e ele também se ver envolvido em duas intimações do seu passado. Reacher não é apenas grande e forte, ele também é bastante inteligente e usa tudo que encontrar pela frente para ajudar a resolver essa situação.

    Quando comecei a leitura estava bastante empolgada, até certa parte o enredo é bem parecido com o do filme, mais no livro tudo toma um rumo mais diferente e menos frenético. E foi justamente disso que eu senti falta. Queira que tivesse tido mais ação, que os acontecimentos fossem mais rápidos e empolgados. Gostei de o fato do livro ter tido outro final, porém o desfecho que teve no filme foi mais emocionante.

Como não conhecia o personagem acabei aproveitando tudo de forma muito positiva. Provavelmente pegarei outro livro dele para ler, pois como são histórias únicas  não precisa ler na sequência em que foi publicado/escrito.

(Até essa data o mesmo encontra-se disponível no Kindle Unlimited) Jack Reacher Sem Retorno de Lee Child.


Por enquanto é isso, até a próxima.