As Crônicas de Gelo e Fogo - O Festim dos Corvos - Livro Quatro de George Martin

sábado, 9 de dezembro de 2017


"...Lembrava-se de seu pai ter dito, havia muito tempo, que, quando os ventos frios sopram, o lobo solitário morre e a alcateia sobrevive..."  pág.82



Minha Opinião: Não cheguei a falar sobre As Crônicas de Gelo e Fogo – A Tormenta de Espadas , Livro Três por aqui. Porém a leitura dele foi tão envolvente que o devorei bem rápido. Tanto é que se tornou um dos meus favoritos, ganhando de As Crônicas de Gelo e Fogo – A Guerra dos Tronos, Livro Um. Enfim, o momento passou e acabei não escrevendo sobre o livro três, mas só queria deixar frisado que ele até o momento é o meu preferido da série e que a leitura foi maravilhosa.

Em O Festim dos Corvos nossos personagens se mostram modificados por todos os acontecimentos anteriores. O período em si é de certa calmaria depois das guerras e mostra como as diferentes pessoas foram afetadas, embora uma ameaça maior se aproxime. Antes de ler esse livro, já tinha visto bastante comentários negativos, pelo fato do livro ser arrastado, sem grandes acontecimentos e pela ausência de outros personagens importantes. Ou seja, o livro quatro da série seria uma espécie de divisor de águas, ou você desiste da leitura ou de fato se rende a ela.

Eu o encaro como algo diferente. Até porque ele mostra isso. Eu o vejo como o marco do amadurecimento dos personagens. E ao meu ver é importante para o desfecho que teremos nos futuros livros.

É claro que a leitura foi arrastada no começo. Não estava apresentando todo aquele encanto, mais sim um novo cenário pós guerra. Até de fato eu me envolver com a história demorou, mas não deixou de ter todo aquele ar fantástico que eu adoro.

Como alguns personagens foram mais presentes do que outros, consegui passar a cogitar gostar deles, como por exemplo a Cersei. O que ela faz, o que ela sacrifica, o quanto devota aos filhos ela é, toda a sua luta para protegê-los e sua motivação para ser forte e justificar seus atos. Não gostava da personagem, mas passei a ter admiração por seu poder.

Jaime já tinha tido seu momento de “redenção” no livro anterior, mas ele se mostra bem mais forte do que apenas usando a espada. E também passa a enxergar o que de fato seu grande amor é.

Aria nunca foi uma das minhas personagens favoritas, mas aqui ela não aparenta ser tão chata como era nos outros livros. Talvez pelo fato de sua personagem está passando por uma grande transformação.

Brienne é deslumbrante, embora não seja tão interessante apenas acompanhar suas andanças em busca de cumprir suas promessas.

Um dos problemas grandes desse livro é a troca de nomes de alguns personagens sem um aviso prévio. Ás vezes eu  só conseguia distinguir quem era lá pelo meio do capítulo. Se foi de forma proposital que o autor fez assim, não sei, mas que me deixou perdida em certos momentos isso é certo.

George Martin sabe levar a história de forma graciosa. Ele vai acrescentando informações aos poucos, coisas que parecem não ser relevantes no final vai tudo se interligando de tal forma que não há como não desejar ler mais. Algo me diz que o livro cinco vai ser esplêndido quando o ler. Não vejo a hora de voltar a mergulhar de cabeça nesse universo novamente.


O pior não passou. O pior está só começando, e não há finais felizes.  pág197

Espero que tenham gostado, um beijo ;) 

8 comentários:

  1. Oi, Dany! Tudo bem? Ai, adoro Brienne! Ela é maravilhosa <3 E que sacanagem isso da troca de nomes. Eu ficaria muito perdido!

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tbm gosto dela, acho uma personagem incrível, porém aqui ela não foi muito valorizada.
      Pois é, o livro as vezes é bem confuso. Mesmo assim foi uma ótima leitura.
      Beijos

      Excluir
  2. Oi Daniella, tudo bem?
    Amo os livros do George R.R. Martin. Ótima dica
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como não amar, não é? ♥♥
      Beijos

      Excluir
  3. Hello! Tudo bom?
    Tenho todos os livros da saga, mas cadê a coragem pra ler?
    Adorei a resenha!
    Obrigada pelo comentário lá no meu blog.
    Volte sempre! ;*

    Bjo,
    miiistoquente~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você não faz ideia do que esta perdendo HAHAH, mais eu te entendo, tinha o mesmo receio antes de ler e agora não vejo a hora de ir logo para o próximo.
      Beijos

      Excluir
  4. Oi Dany!
    Apesar de você ter gostado do livro, eu não tenho muito interesse em ler os livros de Game of Thrones... Assistia a série, mas cansei na 3ª temporada e parei.

    Beijos,
    Sora | Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu compreende, não faz o estilo de todo munto. Assim como a série também tem essa característica. Mas, mesmo assim fica uma dica, quem sabe futuramente?
      Beijos

      Excluir